Pular links da navegação e ir direto para o conteúdo

Publicado em 14 de Jan de 2006 às 14:53

O Linux é para quem quer

[…] Na maioria das vezes os problemas ocorrem porque o usuário quer operar o computador sem dispor desse nível técnico mínimo. As coisas saem errado e não se sabe porque. As pessoas querem usar os computadores mas não querem aprender a fazê-lo de fato, e isso torna a experiência frustrante na maioria das vezes. […]
Livre Acesso por Falcon_Dark: Confusão sobre o Linux

Vale uma lida no excelente artigo do Falcon Dark sobre o velho assunto “Linux não é Windows”. Segundo ele a coisa vai muito além de confusão com várias ditribuições do Linux e “facilidades” do Windows, o problema é humano sim e depende das condições do operdador do sistema.
O que eu queria mesmo era ter a oportunidade de encontrar alguém que iniciou no mundo dos desktops usando Linux, e perguntar se foi tão difícil assim aprender a usar o computador. Afinal, antes de tocar pela primeira vez num PC você também achava que o Windows era difícil.

Você é Desenvolvedor ou Designer?
Leia o blog do VTEX Lab, núcleo de inovação para ecommerce da VTEX. Também escrevo por lá. :)

  • É verdade Rodrigo, todos que falam que Linux é mais difícil, são aqueles usuários que se acostumaram ao windows e não têm a mínima vontade de aprender (na maioria das vezes), aqueles que têm paciência e disposição para aprender, com certeza percebem que não é bem assim, pois algumas vezes o Linux é até mais fácil que o windows, pelo menos na minha opinião.
    Tenho quase certeza que aquelas pessoas que começam a entrar no meio da informática no Linux vão achar o windows complicado.

  • Concordo em genero, numero e grau!! O Falcon Dark é muito feliz nos artigos que faz, defende o software livre nos assuntos que são necessários e também critica o que deve ser revisto. Ele é usuário não-fanático que tem experiência com outros sistemas, ou seja, ele sabe o que diz.
    Não tenho muita expiência ainda e as vezes deixo meu preconceito (contra o Windows) falar mais alto, mas estou tendo experiências agradáveis com o Linux. A principal dica que dou sempre é “USE O LINUX BUSCANDO NOVIDADES E NÃO COMPARAÇÕES”. Seguindo essa idéia, você aprenderá muitas coisas legais

  • Cumpádi, eu sou do tempo do ibm-pc, eu fiz um curso entitulado INTRODUÇÃO AO IBM-PC que era uma introdução básica, apenas um reconhecimento do humano com a máquina e MS-dos, com a "evolução" era preciso digitar no MS-dos WIN.EXE para executar um Windows podríssimo, que "emulava" (não faz isso até hoje?) apenas os complicadíssimos programas do Office :DVamos ao linux, sim, nunca ninguém me apresentou, apneas fui inspirado pelo Sergio Lima (http://sergioflima.pro.br/blog/) para começar a usar o Kurumin.De lá pra cá, muita coisa mudou e muita coisa facilitou-se, mas aprendi tudo na unha, procurando dicas e informações no google.Até hoje me enrolo para dar comandos em linha (espero que isso acabe logo, é um saco e uma involução), mas tudo está indo pra interface gráfica, e facilidades como Um Clique (http://umclique.org/), Klik (http://klik.atekon.de/) e programas distribuídos em autoackage (http://autopackage.org/docs/howto-install/) só ajudam.

  • é o que eu digo, as pessoas antes de mexer no linux devem aprender a trabalhar com o windows, o governo do estado de são paulo está com um programa que nasceu morto, implantar software livre em todas as repartições públicas, com isso ja começaram a distribuir CD’s com programas não proprietários e orientando para que nós saiamos da "marginalidade" dos softs piratas para o mundo livre de linux e cia ltda… nasceu morto pq onde trabalho e, em mais 99% das repartições, os tais "usuários comuns" mal sabem salvar no word e estão pouco ligando para isso, não querem aprender mais do que o básico… quando o botão de salvar do word aparece fora do lugar os caras ja se perdem, imagina só implantar o open office e explicar que é a mesma coisa!!? impossivel… linux então, nem pensar… pra que complicar se podemos facilitar… enquanto as pessoas não tiverem vontade de aprender a trabalhar no pinguim elas não vão conseguir chegar a lugar nenhum no mundo linux…o artigo do falcon dark está excelente mesmo :)[]’s rodrigo

  • O cara que raxa o apê comigo só usa linux. Me explica sempre suas vantangens, mas na prática eu sou um asno, mas quem sabe ainda tomo iniciativa e começo a fuçar. :)

    Legal teu espaço aqui. Gostei. O layout é show.

    Abraços

  • Acomodação, essa é a palavra. O pessoal se acomodou num sistema operacional, e ao ver coisa nova, se espanta. Tem que se levar em conta a predisposição para aprender algo novo, como em qualquer outra área, caso contrário, ficaríamos estagnados no tempo. Linux não é difícil, só possui uma arquitetura bem diferente do Windows. Bom, o que vale é o bom senso, e analisar friamente que "Linux é pra quem quer".

  • escrevi algo sobre isso e gostaria que mudassem esse pensamento http://rafaelgimenes.net/2006/09/22/linux-para-humanos/
    seu blog é demais até mais

  • Gerivaldo Oliveira

    Sempre tive facilidade com o Windows desde os meus sete anos de idade e meu 486. Sempre fui autodidata e hoje trabalho como Téc. de Informática.
    Há cerca de 6 meses fui incumbido da tarefa de migrar todo o meu setor para Linux…
    Achei que ia morrer.. porém baixei apostilas li muito sobre o assunto e hoje em dia consigo instalar a maioria das Distribuições e me considero um usuário intermediário.
    Estou apaixonado pelo Linux, ele é mais difícil sim, porém sua estabilidade e segurança fazem valer a pena. Eu Acho que uma pessoa que iniciasse sua vida pelo Linux se daria muito bem no Windows, creio que com um mês seria MCSA!!! hauaahaua
    Abraços

Sobre

Nascido em 1984 é Desenvolvedor Web autodidata desde 2002. Hoje especialista em Design da Informação pela UFPE é Designer na equipe de UX no VTEX Lab (núcleo de inovação para ecommerce), da VTEX.

Saiba mais