Pular links da navegação e ir direto para o conteúdo

Publicado em 3 de Apr de 2006 às 14:58

Ó raios!

Ó dia… Ó vida… E o resto já sabe.
Hoje sem dúvida foi o pior dia dos últimos 2 anos. Pra começar é segunda-feira, mas como isso já é costumeiro agüetar, tudo bem… Mas acordei com o pé esquerdo s 5 da manhã correndo pro banheiro: dor de barriga de fazer até o Papa falar palavrão. Isso também é até normal, até porque eu só comi e bebi besteira o final de semana todo… O que não foi nada normal foi chegar ao Banco do Brasil para verificar se o cara que comprou meu processador antigo no Mercado Livre tinha depositado o valor de R$ 100,00 na minha conta. Não dava pra ver pela internet, caiu um raio aqui na minha cidade ontem que praticamente parou tudo.
No banco cheio de aposentados dos dias 1º, dia 2 e 3 de abril com os ar condicionados queimados pelo raio; um calor infernal, suportável só porque todo mundo estava com um estranho bom humor que eu nunca tinha visto em fila de banco (ou sauna como queira). Depois de umas risadinhas bobas me dirigi ao caixa eletrônico, tirei o saldo e vi que tinha a bela quantia de R$ 0,31 (trinta e um centavos), pensei: “AI MEU DEU! Calma, tira outro e a gente vê o que foi”, outra tentativa e a mesma cifra. Sem me desesperar tirei um extrato, outro extrato da poupança, um saldo da conta corrente… Pra minha surpresa o meu dinheiro, que eu vinha juntando há um bom tempo para fazer um upgrade no meu PC exatamente essa semana, tinha sumido. Daí foi que o desespero bateu de verdade! Olhava para um lado: gente se abandando, crianças pelo chão, o segurança se abanando, olhei para trás o povo que estava rindo comigo há 4 minutos atrás já não estava tão felizes com minha cara e com minha “demora”.
O desespero foi tanto que eu entrei na parte de atendimento, peguei uma ficha e fui embora daquele lugar. Só que depois de entrar numa loja e conversar com uma amiga que me toquei que tinha que resolver aquilo o mais rápido possível, tentava ligar para o trabalho pra avisar do acontecido e que ia me atrasar, mas os celulares não estão funcionando, culpa do raio.
Quando cheguei ao banco eu e meus botões pensamos: “Muniz, você é uma vítima. A sua ficha é 723 e a placa indica 690 com 3 tendentes que demoram mais ou menos 30 minutos pra atender cada pessoa, meta a boca no trombone e exija seus direitos!”
Cheguei no gerente e expliquei que tinha transferido dinheiro da minha poupança sem meu conhecimento, fui encaminhado pra outras 2 pessoas, mas fui super bem tratado. Só perdi a manhã entre espera e interrogatórios quase policiais. Uma das funcionárias me falou que eu ia receber o dinheiro de volta hoje mesmo, pois tudo caracterizava crime de clonagem na minha conta com transferências para 3 contas, uma no interior de São Paulo, outra em Belém do Pará e a última em Fortaleza, Ceará. Com a reclamação da ocorrência feita o jeito agora era esperar as investigações e o banco entrar em contato. Mas ela falou que não poderia afirmar com 100% de certeza que ia ser clonagem, por tanto o dinheiro ressarcido poderia voltar ao banco.
Depois de me acalmar um pouco, pedi grana emprestada para enviar o processador para o comprador, cheguei nos Correios e o atendente falou que só poderia me atender amanhã pois o servidor da agência queimou, adivinha com o que? O raio.
Duvida que aquele raio era pra mim?

Você é Desenvolvedor ou Designer?
Leia o blog do VTEX Lab, núcleo de inovação para ecommerce da VTEX. Também escrevo por lá. :)

  • Dia ruím!? Tinha que ter uma agência bancária no meio.

  • E eu que acreditava ser azarado.. você ganha! Ou então, tio Murphy gosta muito de você, heheheh

  • Eh praticamente um Raio Katrina.
    Ei, tah acontecendo muito isso: naum tao clonando mais cartao de gente grande e rica, tao pegando de estudante e tirando pequenas quantias. Tem gente que ate demora pra perceber… poor isso acho q vou começar a guardar tudo embaixo de um colchao.
    Boa sorte!

  • pensa pelo lado positivo, o raio poderia ter caido na sua casa… já imaginou o preju!!? :) tudo tem uma lado positivo… :D []

  • Está parecendo com alguns dos meus últimos dias, quando você acha que já passou pelo pior vem mais alguma coisa para te atormentar.

  • Fala Muniz… ainda to vivo!! :P

    Cara, nem me fala… poxa, não tem palavras pra expressar a raiva q da vc ser vitima de um golpe q leva tudo q vc economiza. Eu nunca tive dinheiro no banco, tinha poupança mais axo q nem 50 conto tinha lá. Agora que vendi meu PC, depositei a grana lá, ta louco, já to comecando a ficar preocupado com esse esquema, afinal, estou passando por semanas de muito azar :(. Qualquer informação sobre esse ataque, se foi algo q não poderia ser evitado ou foi algum vacilo, posta ou manda email, avisa a galera.

    Por falar em mercadolivre, acabei de postar sobre umas “conclusões” sobre o site no meu blog. Foi uma analise da tentativa de comprar outro PC por lá :D

    Cara, espero que de certo as coisas pra vc aí, afinal depois de um dia ruim vem o dia bom :D:D

Sobre

Nascido em 1984 é Desenvolvedor Web autodidata desde 2002. Hoje especialista em Design da Informação pela UFPE é Designer na equipe de UX no VTEX Lab (núcleo de inovação para ecommerce), da VTEX.

Saiba mais